Archive for janeiro, 2008

chuva!

25012008996.jpgQuando chove é punk! Nessa quarta-feira resolveu chover tudo que não choveu em janeiro todo. Jorge passou acho que 90% do tempo dormindo. Os outros 9% atrás de mim e 1% tomando água e fazendo xixi.

Sim, duas coisas que ele faz MUITO: toma água e faz xixi.
Mas o que ele mais faz mesmo é dormir. Talvez (bem provável) pelo fato de ele ser filhote ele dorme bastante. Li em algum lugar que filhotes dormem a maior parte do tempo… e é uma grande verdade.

Assim que acorda, pula, fica agitado, brinca, corre, me lambe… mas pelo menos meia hora depois já deita no chão pra uma sonequinha. Ontem que choveu então… ele nem quis saber de brincar muito. Ficou bem na dele, quietinho. Deitava do meu lado (bom, eu também passei o dia dormindo porque estava impossível de abrir as janelas ou botar a cara na rua), levantava, deitava no chão, ia deitar com seus ursinhos e deitava de novo comigo.24012008986.jpg

Foi assim o dia todo. As 19h saímos pra dar a “voltinha das necessidades” e só pude ir na garagem do prédio. Ele não gosta muito, mas estava garoando ainda. Voltamos e ele chegou a dormir enquanto secava ele no secador de cabelos.

Se a gente já fica entediado com chuva… imagina um cãozinho!

Anúncios

31 janeiro, 2008 at 9:25 am 2 comentários

prêmio!

Surpresa!
Mesmo com pouco tempo de existência, nosso blog já recebeu seu primeiro prêmio.Prêmio amigos Virtuais

Fomos agraciados com o Prêmio Amigos Virtuais, pelo blogueiro Fernando MS, do blog CronicaNet.

Apesar de já conhecer o Fer a um bom tempo, só resolvi fazer um blog após a vinda do Jorge. Eu precisava de uma motivação para tecer comentários e ganhei mais do que isso, a vida me presentou com um grande companheiro canino e trouxe também novos amigos… virtuais ou não.

Fer, muito obrigado!
E obrigado aos meus leitores do blog e acompanhantes dessa grande aventura!

ps: a intenção do Prêmio é indicar 10 blogs/amigos virtuais para recebê-lo, como minha rede de contatos através do blog ainda é pequena, vou indicar alguns blogs/sites que adoro e leio sempre (além dos amigos, claro). A ordem não está por classificação é apenas para organização.

Os meus (e do Jorge, claro!) indicados ao Prêmio Amigos Virtuais são:

Big Bosta Brasil – amor ao Big Brother Brasil elevado à enésima potência, ou não
Catarina TV – tudo que rola nos bastidores do programa de TV da revista de moda Catarina
CronicaNet – textos preciosos, sempre cheios de informação
De Olho na Capital – Floripa sob a crítica de um dos melhores jornalistas da região
Fidèle en Moi – desejos, medos, virtudes e segredos – precisa falar mais?
Heroes Brasil – um banquete para fãs de Heroes – save the cheerleader – save the world
Irmãos Brain – engraçado é pouco para descrevê-los
Lokas da Xereca – beeem divertido e informativo =)
Saindo do Transe – pensamentos interessantes escritos por uma mulher idem
Space Rocks – tudo sobre meteoritos, inclusive uma loja virtual para comprá-los

29 janeiro, 2008 at 1:40 am 3 comentários

descobertas!

20012008909.jpgToda semana Jorge descobre coisas novas. A infância de um cão é o período de maiores descobertas e experimentações, como a nossa. Acompanhar essa evolução é algo sublime, pois a cada semana ele desenvolve uma habilidade nova.

Até o momento são 4 semanas aqui em casa.

Semana 1: descobriu e aprendeu onde pode ir e onde não pode, onde é permitido o xixi/cocô e quais são as coisas que ele pode subir (cama, sofá)
Semana 2: descobriu que existe rotina, que tem hora de comer e de sair, quais são seus brinquedos e como brincar com eles, descobriu que pode correr pelo apto e até brincou de se esconder
Semana 3: descobriu que barulho de chave na porta é gente chegando ou saindo, que os vizinhos podem ser barulhentos, que muitas pessoas gostam dele e sempre querem brincar quando o vêem, descobriu seus bigodinhos e fica parado sentindo-os
Semana 4: descobriu que pode não pode morder fios e destruir coisas, que há muitos outros cães na rua e começa a cobrir o rastro deles com sua urina, demarcando os territórios por onde passeia, descobriu que anda de carro pelo menos umas três vezes por semana e que não há horários para isso (esses dias saí com ele meia noite)

E assim segue a vida dele. Engraçado como há muitas expressões próximas das humanas e como é fácil perceber quando ele está entediado, com sono, fome, frio etc. Seus olhos, cheios de vivacidade e vontade de testar os limites, sempre me desafiam a compreendê-lo.

Jorge é um enigma. Mas acima disso, um símbolo do meu amor.

20012008906.jpg

28 janeiro, 2008 at 11:53 am Deixe um comentário

destruição!

Nem tudo são rosas e lírios aqui em casa. Jorginhow Graça Melow (o apelido carinhoso do Jorge) consegue ser uma máquina de destruir coisas, quando quer.

Esses episódios são raríssimos de ocorrer, mas como todo bom cachorro, ele tem que fazer a sua parte.

chinelo.jpgOntem os alvos foram dois chinelos e um carregador de celular. Detalhe, foram dois chinelos direitos comuns, mas o carregador era o mais caro possível que existe.

Foi assim…
(once upon a time)
Jorge saiu de manhã, como sempre, passeou e tals. Voltou pra casa e foi dormir. Eu idem, até porque quarta estava um tempo chuvoso e mal pago na megalópole catarinense. No meio da manhã, eis que escuto uns barulhinhos de nhec nhec. Acordei, chamei ele e o dito veio correndo e se jogou em cima da cama, fez festa e instantes depois, dormiu.
Pensei… beleza, mas umas horas de soninho. Eis que lá pelas tantas eu acordo mesmo, vou calçar o chinelo e… cadê o pé direito? Vou calçar outro chinelo – de certo deixei o outro na cozinha, no banheiro, sei lá – e… nada do pé direito de novo! Olho pra sala e os dois chinelinhos estão destruídos junto com seus brinquedinhos.

Ahhhhhhhhhh. Que ódio.

Levantei e como boa sombra que ele é, veio atrás, todo serelepe. Foi correndo brincar nos chinelos meio comidos e foi a hora exata da bronca. Peguei os chinelos e falei normalmente (mas com um tom enérgico) que estava desapontado, que ele não precisava ter feito isso e que eu não ficava destruindo as coisas dele. Ele me olhava com cara de pidão, abaixava as orelhas, deitava olhando pro chão. Parecia que eu sentia a vergonha dele. carregador.jpg

Passei uns 10 minutos só falando e falando. Teve uma hora que ele veio, com o rabinho entre as pernas, lamber as minhas mãos. Interpretei como um: “Desculpa?” Aí, na hora que fui organizar a caminha dele… encontro meu carregador comido entre os destroços dos chinelos. =(

Mais 10 minutos de bronca. Sem bater, sem machucar, apenas falando e alterando a voz, de modo que ele entendesse que estava triste com ele. Depois disso, ignoreio-o completamente por mais 10 minutos. Olhava com o canto do olho e via ele deitado, olhando pras coisas que tinha comido. Voltei e perguntei: “Viu o que você fez? Viu como eu fiquei triste com você?”

Peguei-o no colo, abracei e pensei comigo… “O quê é um prejuízo de cento e poucos reais perto da alegria e felicidade que o Jorge me proporciona? Nada!

24 janeiro, 2008 at 2:40 pm 2 comentários

ursinhos!

Jorge tem fascinação pelos seus brinquedinhos de pelúcia.

20012008902.jpg
Jorge e o Xinha

Confesso que sou quase um comprador compulsivo de coisas pra ele. Todas as vezes que vou ao mercado olho os preços dos produtos e em todos os mercados que vou (pelo menos uns 5 diferentes por semana) procuro as seções de Pet Shop.

09012008763.jpgFora as lojas de Pet Shop propriamente ditas. Se passo de carro por uma, com certeza vou parar para conhecer ou verificar os preços…

Mas voltando a falar dos brinquedos, Jorge ama um ursinho em especial, o Xinha. É um cachorrinho de pelúcia cujo nome é Manxinha, mas eu digo pro pequeno: “- Jorgeeee cadêêêê o Xinhaaaa?” E ele sai correndo para buscá-lo. O danadinho leva o Xinha pra todos os cantos do apto. Quando saio de carro, levo o Xinha junto e ao que tudo indica, o Jorge aprova. Têm dias que ele não desgruda. Morde, puxa, briga e a coisa mais incrível: ele leva outros brinquedos pro Xinha!

Além do preferido, têm outros que ele adora mordiscar… o Verdinho e o Gui.23012008979.jpg

Sempre ANTES de dar um bichinho de pelúcia para ele, eu verifico minunciosamente o mesmo. Vejo se solta pelos e fiapos, se o nariz ou outras partes saem fácil, etc e se caso não seja aprovado… NÃO é dado pro Jorge brincar. Alguns dos ursinhos eu já tinha, outros comprei bem baratinho e o Gui foi um presente de um amigo pro Jorge.

Uma dica importante é lavar sempre os bichinhos. Eu lavo uma vez por semana, porque eles pegam muito pó e claro, baba. Lavo na máquina mesmo, com pouquíssimo sabão e seco bem na secadora. Aproveito o dia que levo o Jorge pra tomar banho para faxinar também os brinquedinhos. Quando ele chega, os ursinhos estão todos esperando por ele e daí é uma alegria só.

Agora tenho mais uma mania. Além de Pet Shops, visito lojas de brinquedo em busca de diversão extra pro filhote.

23012008980.jpg

Coleção de Ursinhos
(da esquerda pra direita) em cima: Manxinha (o Xinha, preferido), Urso (o Usso, ele comeu o nariz dele em 20 minutos), e Topeira (o Topi, esse ele detonou o nariz rapidinho também), e em baixo: o Vermelhinho (não gosta muito), o Verdinho (adora) e o Guizo (chamo ele de Gui, porque tem um negócio dentro que faz barulho)

Ah! Jorge reconhece cada um deles pelo nome e de vez em quando (quando tem vontade, para falar a verdade) ele me tráz um se eu pedir. Fofo ao extremo!

23 janeiro, 2008 at 9:47 am 1 comentário

praia!

Domingo Jorge foi à praia.

200120089161.jpg

Ok. Eu sei que cachorro na praia não é bem visto – por diversas razões, por zoonoses, por causar transtorno para donos e outras pessoas, por milhares de possíveis impecilhos e blá blá blá wiskas sachet blá blá, mas eu precisava passar por essa experiência ao menos.

Eu mesmo muitas vezes não gostava de cruzar com cãezinhos (sejam eles fofos ou não) em praias. Odiava. Mas, na boa, eu ia deixar ele trancado em casa com aquele calorão e ia me divertir sabendo que a criaturinha mais amada do planeta estava enfurnada dentro do apto? Não!20012008917.jpg

Levei cenourinhas pra ele comer no meio do dia, água de côco (que ele tem adoração), dois brinquedinhos, a água dele e um biscoitinho pra dar de recompensa depois.

Fomos para uma praia distante, bem pouco movimentada e apesar do calor, estava nublado quando chegamos (por volta das 14:30h). Ele adorou o lugar. Ficou na guia 100% do tempo e se comportou como ele é: um lord!

20012008924.jpgCheguei a ir com ele na água, mas ele não gostou nada odiou aquelas ondas que iam e vinham. Gostou mesmo da areia, que ele podia cavar e da festa que fiz brincando com a bolinha.

Depois de brincar tanto, resolveu deitar e dormir o resto da tarde, sentindo o ventinho do mar. Dormiu um monte sob as toalhas e só levantava a cabeça quando eu saia de perto.

Ele fez todas as necessidades perto do carro e não na areia, porque ele é comportado, educado e não ia deixar o cocozinho lá pras pessoas ficarem incomodadas.

Chegando em casa, fui obrigado a dar um banho para tirar a água salgada e a areia, também foi a primeira vez que dei banho em casa. O banho foi bem relaxante e dava para sentir que ele estava gostando de tudo, desde a água quentinha até o secador.

Domingo foi cheio de experiências novas, para ambos.
Mas todas recompensadoras e tranqüilas.

Não sei se levarei-o à praia mais vezes e não sei se darei mais banhos em casa, só sei que hoje (segunda) ele dormiu o dia todo do meu lado e quando acordava, lambia as minhas mãos. Talvez agradecendo o passeio ou simplesmente expressando o amor que também sente, da maneira que ele conhece.

20012008947.jpg

22 janeiro, 2008 at 7:03 am 5 comentários

proteção!

“Jorge sentou praça
Na cavalaria
E eu estou feliz porque eu também
Sou da sua companhia
Eu estou vestido com as roupas
E as armas de Jorge
Para que meus inimigos tenham pés
E não me alcancem
Para que meus inimigos tenham mãos
E não me toquem
Para que meus inimigos tenham olhos
E não me vejam
E nem mesmo um pensamento
Eles possam ter para me fazerem mal
Porque eu estou vestido com as roupas
E as armas de Jorge
Salve Jorge
Salve Jorge
Salve Jorge
Armas de fogo
O meu corpo não alcançarão
Facas e espadas se quebrem
Sem o meu corpo tocar
Cordas e correntes arrebentem
Sem o meu corpo amarrar
Porque eu estou vestido com as roupas
E as armas de Jorge


São George e o Dragão, de Gustave Moreau - fonte: Wikipédiatrecho da música Jorge da Capadócia, versão da Fernanda Abreu sobre música original de Jorge Ben Jor

informações: http://www.culturabrasil.org/saojorgeguerreiro.htm, http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Jorge 

Peço proteção a nós e todos os nossos amigos, conhecidos, familiares e entes queridos.

Este post é dedicado à madrinha do meu Jorge, que com sua luz sempre ilumina os nossos dias!

20 janeiro, 2008 at 11:30 am 2 comentários

Posts antigos


Categorias

mais acessados

  • Nenhum

Comentários

Elizabeth em alergia!
Cintia Malateaux em alergia!
sonia politz em ANIVERSÁRIO de 3 ANOS!
Natália em melhoras!
Elizabeth em alergia!

Feeds

Visitantes

  • 101,630 pessoas já passaram por aqui